Recurso da Globo é registrado, e decisão pode vetar transmissão do jogo ao vivo na FLA TV

No início da tarde desta quarta-feira, a poucas horas de a bola rolar para Flamengo x Boavista, o recurso interposto pela Rede Globo, chamado de “Agravo de instrumento”, já se encontra na sétima Câmara Cível do Rio, com relatoria do desembargador Ricardo Couto de Castro, a decidir sozinho o caso.

Via Tribunal de Justiça, a Globo tenta, com essa medida, impedir o Flamengo de transmitir a partida desta noite, marcada para as 21h30, em seu canal oficial no YouTube (FLA TV). A transmissão, aliás, já tem sido amplamente divulgada pelo clube, que, visando quebrar recordes, a agendou na plataforma de vídeos desde o início da semana.

Por conta dos direitos do Campeonato Carioca, Globo e Flamengo estão em queda de braço nos bastidores. O clube já chegou a citar “abuso” por parte da emissora e se sente amparado à Medida Provisória 948, que garante o direito de transmissão ao mandante das partidas – como é o caso do Fla hoje.

Na última segunda, cabe lembrar, o juiz Ricardo Cyfer, da 10ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), indeferiu o pedido de liminar da Globo e, consequentemente, manteve a posição da nova MP.

A aguardar a importante decisão quanto ao recurso da Globo, que pode sair nas próximas horas – ou seja, antes ainda do jogo iniciar, podendo frustrar os planos do Rubro-Negro.

error: